quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Gusttavo Lima termina noivado com Andressa Suita

O casal estava junto há mais de três anos e pretendia se casar em 2016


Gusttavo Lima está solteiro. O cantor revelou a informação que terminou onoivado com Andressa Suita, durante a gravação do programa 'Esquenta' nessa quarta-feira, 26. "

"Acabou. Essa loucura de viagens muda a minha vida. Minha vida é muito complicada",disse ele. 

O sertanejo ainda revelou que a agenda de shows está tão corrida que mal tem dias de descanso."É importante a gente ter uns dois dias de descanso. Já tem um mês que não vou para casa. Não sei o que é prazer de dormir na minha cama. Acho que nem meu cachorro me reconhece mais", admitiu.

O casal estava junto há três anos e o casamento estava marcado para acontecer no próximo ano.

A assessoria da modelo confirmou o fim do noivado e garantiu que eles terminaram bem. "Terminamos numa boa. Acabou realmente devido à rotina e projetos de trabalho de ambos", disse.

Gusttavo ainda contou na entrevista que a admiração e carinho por Andressa continua. "Ela é uma pessoa do bem. Quero que ela seja feliz também".

Primeiro Fenômeno da Super Lua do ano acontece neste sábado

Evento acontece três vezes ao ano e o primeiro acontece neste sábado, 29. Fenômeno é conhecido devido ao aumento da Lua em relação à terra

Os amantes de astronomia terão mais um motivo para celebrar o fim de do mês de agosto. Neste sábado, 29, ocorre o primeiro fenômeno da Super Lua - momento em que a Lua aparenta estar maior devido ao fato de estar mais próxima da terra.
Com a característica de ocorrer três vezes durante o ano, o fenômeno acontece quando há Lua Cheia e o satélite fica posicionado a menos de 10% de sua aproximação máxima. Segundo especialistas, a Super Lua também deve acontecer no final dos meses de setembro e outubro deste ano.
Entretanto, a Super Lua deste mês irá permitir uma visualização melhor, já que a diferença entre seus instantes e o perigeu ficará entre 66 minutos. Ou seja, menor do que um dia e oito horas.
De acordo com especialistas, para conseguir uma melhor observação do fenômeno é ideal que a visualização seja feira durante as primeiras horas da noite, momento em que o satélite ainda fica situado próximo do horizonte.

Nível do mar subiu em média 8 centímetros desde 1992

O aumento das águas teve variações dependendo da região. Em alguns locais a elevação chegou a 22 centímetros



O nível do mar subiu, em média, quase 8 centímetros em todo o mundo desde 1992 devido ao aquecimento global, informou nessa quarta-feira, 26 a Agência Especial Norte-Americana (Nasa, a sigla em inglês), alertando que a tendência deverá manter-se nos próximos anos.

Um grupo de cientistas da agência apresentou os mais recentes dados sobre o aumento do nível da água do mar em todo o mundo – que foi, em média, 7,62 centímetros superior ao de 1992 –, apesar de o panorama variar em diferentes regiões. Em alguns casos, o nível chegou a superar os 22 centímetros.

A Nasa também publicou um vídeo, com os dados obtidos pelos seus satélites, em que se verifica, por uma gradação de cores, a evolução em cada parte do mundo nos últimos 23 anos.

As costas da Ásia e Oceania, no Pacífico, juntamente com o Mediterrâneo Oriental e a costa da América foram as mais prejudicadas pela subida do nível do mar.

O aquecimento global, provocado principalmente pela atividade humana, é o principal culpado pelo aumento do nível dos oceanos e dos mares, na medida em que é responsável pelo degelo da Antártida e pela subida da temperatura da água.

“É muito provável que a situação piore no futuro”, alertou Steve Nerem, geofísico da Universidade do Colorado, durante a apresentação dos dados.

Os cientistas alertaram que, mesmo que sejam tomadas medidas para tentar reverter a situação, seriam necessários séculos para voltar aos níveis anteriores às alterações climáticas.

A subida do nível da água do mar põe em risco o futuro de inúmeras cidades e povoações costeiras, ameaçando fazer desaparecer uma série de ilhas e, no caso do Pacífico em especial, países inteiros.

A subida do nível da água do mar põe em risco o futuro de inúmeras cidades e povoações costeiras, ameaçando fazer desaparecer uma série de ilhas e, no caso do Pacífico em especial, países inteiros.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Famílias de Adriana e Marcelo tinham boa relação, diz delegada

Moradores de Paracuru, onde mãe e filha foram assassinadas, devem ser ouvidos nesta quarta-feira, 26. Motivação do crime ainda não foi definida, conforme a Polícia


A mãe de Marcelo Barbarena Moraes,37, réu confesso do assassinato de de Adriana Moura de Pessoa Carvalho e da filha de oito meses do casal, Jade, prestou depoimento à Polícia CiviL, na tarde dessa terça-feira, 25. Magali Barbarena disse à diretora da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Socorro Portela, que as famílias do filho e da nora tinham uma boa relação. O inquérito do caso deve ser concluído em até dez dias.

“Ela contou que as famílias eram amigas, ela também tinha um contato bom com a Adriana. A esposa morou um tempo com Marcelo e a sogra materna, no Rio Grande do Sul. Depois, o casal foi morar com a avó paterna dele, também no estado”, detalhou Socorro ao O POVO Online. Ao todo, seis pessoas foram ouvidas na DHPP, de 15h45min até às 21h49min.

Segundo a diretora, Marcelo não confessou ter ciúmes do bebê e permaneceu a maior parte do depoimento calado, sustentando que havia brigado com a esposa no dia dos disparos. “Ele disse que discutiu com a esposa e na hora efetuou o disparo, mas ainda não dá para saber se foi premeditado. Ele não relatou outras brigas e não disse o teor da discussão do dia do crime”, frisou.

As contradições entre os depoimentos do irmão de Marcelo e da cunhada permaneceram, mas não houve necessidade de acareação, conforme Socorro. “Foram divergências periféricas, ainda não definimos porque demoraram [para chamar a Polícia]. Os dois irmãos eram muito ligados, quando o Marcelo contou ao Rafael [irmão] que atirou na Adriana os dois tiveram uma reação de desespero”.
De acordo com a diretora da DHPP, o irmão e a cunhada pestam depoimento como testemunhas e não devem ser autuados. "Nesse caso não é crime se eles faltaram com a verdade, pois são parentes", explicou.
Na manhã desta quarta-feira, 26, a delegada e uma equipe da DHPP vai à casa de veraneio da família para colher depoimentos da vizinhança. Na quinta-feira, 27, haverá coleta de DNA do suspeito, do irmão dele e da cunhada. Já na sexta-feira, 28, os patrões de Adriana e Marcelo devem ser ouvidos.
Prisão
Por motivos de segurança, Marcelo está detido na DHPP, em uma cela com outros cinco presos de nível superior. "Ele parece querer fugir das lembranças, disse que atirou em um momento de loucura. Brugou com a mulher e depois voltou ao quarto quando ela dormia. Os outros presos relataram que ele não come nem consegue dormir", completa Socorro.

MP denuncia mandantes e executores do radialista Gleydson Carvalho

gleydson carvalhoSete pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MP­CE) por envolvimento no assassinato do radialista Gleydson Carvalho, ocorrido no dia 6 de julho dentro do estúdio da Rádio Liberdade FM, localizada em Camocim. Gleydson denunciava em seu programa desmandos de políticos da região.
O assassinato do radialista teria sido ordenada por João Batista Pereira da Silva, que é tio do atual prefeito de Martinópole, James Bell. Segundo a investigação, o motivo seria as acusações feitas pelo radialista contra a administração daquela cidade.
Segundo a denúncia do MP, assinada pelo promotor Evânio Pereira de Matos Filho, houve ainda a participação de um sobrinho de João Batista, identificado como Daniel Lennon Almada Silva, que é tesoureiro da Prefeitura de Martinópole. O promotor indica que outras pessoas estariam “marcadas” para morrer. João Batista teria contratado os pistoleiros Israel Marques Carneiro e Thiago Lemos da Silva, para fazer o “serviço”. Eles foram presos em um sítio, na localidade de Serrota, zona rural de Camocim, que teria sido alugado por Lennon para abrigá-los.
Outras pessoas estão sendo investigadas, além de João Batista Pereira e Daniel Lennon, Israel Marques Carneiro, Thiago Lemos da Silva, Gisele de Sousa Nascimento, Regina Lopes Rocha e Francisco Antônio Carneiro Portela. Eles estão sendo acusados de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, mediante pagamento e com utilização de recursos que dificultaram ou impossibilitaram a defesa da vítima) e foram apontados  como integrantes de uma organização criminosa. Já se encontram presos: Gisele de Sousa Nascimento, Francisco Antônio Carneiro Portela e Daniel Lennon.

Maioria do TSE vota por reabrir ação pela cassação de Dilma

( FOTO: Agência Brasil )Em um julgamento marcado por bate-boca entre os ministros, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formou maioria para aceitar recurso do PSDB e dar continuidade a uma ação contra a chapa da presidente Dilma Rousseff e de seu vice, Michel Temer, reeleita no ano passado. O julgamento foi interrompido por um novo pedido de vista.
Quando a análise do recurso for concluída, e se não houver mudança nos votos dos ministros, o próximo passo processual é a intimação de Dilma e Temer para que apresentem a defesa e o TSE comece a produção de provas.
Até o momento, Gilmar Mendes, João Otávio de Noronha, Luiz Fux e Henrique Neves votaram pela continuidade da ação. O único voto pelo arquivamento do caso foi da ministra Maria Thereza, relatora do recurso, que foi alvo de fortes críticas de Mendes. O pedido de vista foi feito pela ministra Luciana Lóssio - o presidente do tribunal, Dias Toffoli, ainda não votou.
"Houve um pedido de vista, mas já há uma maioria no sentido de dar prosseguimento à ação. Esse prosseguimento significa intimar para a defesa e fazer a produção de provas", explicou Toffoli, ao final da sessão.
O caso que voltou para análise do plenário da corte refere-se a uma das quatro ações propostas pelo PSDB contestando a legitimidade da reeleição de Dilma. Fora isso, Mendes, que relatou as contas de campanha de Dilma e do PT em 2014, pediu que o Ministério Público, a Polícia Federal e o TSE apurem eventuais irregularidades no financiamento da campanha da presidente.
A prestação de contas é comum a todos os candidatos de uma eleição. As outras ações, contudo, só podem ser propostas por partidos de oposição ou pelo Ministério Público Eleitoral.
A ação de impugnação acusa a chapa Dilma-Temer de usar estrutura pública para promover a campanha, aponta abuso de poder econômico ao listar gastos acima do limite previsto e diz que propinas oriundas do esquema de corrupção na Petrobras podem ter sido misturadas às doações oficiais. O caso havia sido arquivado pela relatora porque, para ela, se baseava em "ilações" e acusações "genéricas".
'Juízo político'
Após ser alvo de críticas de Mendes pelo arquivamento, Maria Thereza voltou a dizer que não fez "juízo político" do caso. "Meu voto foi estritamente jurídico processual."
Para ela, fatos apurados na Operação Lava Jato que possam relacionar o esquema de corrupção à campanha do PT devem ser analisados pela Justiça Federal e pelo Supremo Tribunal Federal, e não pelo TSE. A ministra disse que também considera graves as revelações da Lava Jato. "Como todo o brasileiro eu também quero um País sem corrupção."
Mendes contestou a colega de TSE. "Os fatos já existiam. Sabíamos que tinha uma Operação Lava Jato em curso e que a campanha poderia ter sido financiada...", afirmou o ministro, repetindo que, ao criticar seus argumentos para arquivar a ação, "não queria constrangê-la".
Outro foco de tensão envolveu Fux e Noronha. O primeiro sugeriu unir as ações envolvendo a campanha de Dilma em uma só, sob relatoria de Maria Thereza. Noronha, que é corregedor-geral da Justiça Eleitoral, não gostou e os dois bateram boca.
A coordenação jurídica de campanha de Dilma afirmou que é preciso aguardar o fim do julgamento na Justiça Eleitoral para se pronunciar sobre o caso.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

MARTINÓPOLE-CE: VIOLENTO ACIDENTE ENVOLVENDO MOTO E CARRO DEIXA UMA MULHER MORTA E OUTRA EM ESTADO GRAVE.

Infelizmente a Polícia Militar registrou mais um trágico acidente durante a manhã desta terça-feira, 25. O sinistro aconteceu por volta das 11h00 da manhã na CE 362, há cerca de 03 km da sede de Martinópole. O acidente de trânsito produziu imagens fortes e deixou uma mulher morta e outra em estado grave.

As vítimas, uma identificada como Maria Ocilane Martins e a outra como Luana Vanessa Martins, 25 anos, residentes em Martinópole, trafegavam em uma Honda Pop de cor preta e placa OSJ-3960, quando se envolveram em uma colisão frontal com um Fiat Uno Mile de cor vermelha e placa OSI-8199, que estava sendo conduzido por um homem identificado como Wesley Oliveira Sousa, residente em Jijoca de Jericoacoara.

Infelizmente a vítima Maria Ocilane Martins veio a óbito ainda no local.


A outra vítima, Luana Vanessa Martins, foi socorrida e transferida às pressas e em estado grave para a Santa Casa de Sobral. O condutor do veículo Fiat Uno praticamente ileso e foi detido e conduzido pelos pm’s da PRE para a DPC de Granja para prestar seu depoimento. Os policiais do destacamento de Martinópole e os Agentes do Pró-cidadania foram os primeiros a chegarem no local, ajudaram no socorro às vítimas e isolaram o local até a chegada da perícia forense.

FONTE: CAMOCIM POLICIA 24hs